História de Sucesso – Patrícia Maffeo

A vida de Patrícia Maffeo, aluna da Fibratech, sofreu uma grande virada há 4 anos atrás. Depois de tentar várias outras alternativas para perder peso de forma definitiva, ela resolveu se submeter a uma cirurgia bariátrica:

Perdi 35kg, mas sabia que corria o risco de engordar novamente se não me cuidasse. Tive um reganho de peso de 6kg e com esse sinal de alerta, resolvi entrar na Fibratech. Comecei fazendo Spinning e musculação com um personal.

Durante 2013, os resultados foram surpreendentes: de março a dezembro, além do peso, Patrícia conseguiu diminuir muito o seu percentual de gordura, que de 31% caiu para 18%. Na contramão, o ganho de massa magra era eminente, indo de 12% para 19%.

Tive uma mudança corporal enorme! Mas para quem quer emagrecer com a bariátrica, é importante ter consciência de que ela resolve, mas se você não entrar em uma vida mais saudável, não mudar a sua cabeça, o seu jeito, vai voltar a ganhar peso.

Você só tem mais 10 anos de vida com esses exames.”

Essa frase do médico de Patrícia foi a grande responsável pelas suas mudanças. Ela estava muito acima do peso e com hipertensão. Foi então que decidiu fazer a bariátrica e se comprometer de verdade com uma rotina mais saudável:

Procurei todos os profissionais que poderiam me ajudar nesse processo e montei uma equipe multidisciplinar.

Desde então, a disciplina com a atividade física e com a dieta é constante.

Eu sei que se eu parar, eu vou ganhar peso de novo. Quando eu viajo, por exemplo, é inevitável. Mas agora já entendi como o meu corpo funciona e antes de ir, emagreço um pouco para poder viajar tranquila. Aprendi a me conhecer e a equilibrar as coisas.

O início: maiores desafios

Qualquer mudança requer a implementação de novos hábitos. Para Patrícia, o seu maior desafio durante esse período, foi se adaptar a rotina dos treinos de musculação, atividade que ela não gostava muito, e encontrar um equilíbrio na alimentação.

O novo cardápio incluiu corte total do glúten, das taças de vinho nos finais de semana e a diminuição do sal durante as refeições:

Adorava pão francês, farinha, empanados, salgados e cortei tudo, além do álcool. Isso foi a coisa mais difícil.

Pela musculação, Patrícia acabou se apaixonando quando começou a ver os resultados aparecerem e o desenvolvimento do trabalho em conjunto com um personal e uma esteticista:

Me inspirava em outras pessoas e de repente, vi uma transformação em mim. Alcancei um corpo que eu achava que jamais poderia ter. Fui ficando orgulhosa e gostando.

Atualmente, além dos treinos diários de musculação, ela continua fazendo Spinning e ainda acrescentou o Muay Thai na rotina de atividades.

Uma brincadeira que virou esporte

Para se motivar e manter o foco em alta para treinar, Patrícia sempre gostou de participar de concursos e promoções do Instagram. No início, ela conta que sempre perdia, mas depois passou a chegar as finais e até ganhou alguns prêmios.

Com a disciplina e  o volume de treinos, ela ganhou uma musculatura legal e um corpo em evolução.

Comecei a levar os desafios muito a sério e quando fui no Body Contest, vi que tinha a categoria de máster. Tinha a vontade de ser fisiculturista e meu marido sempre me apoiou.

Ele pegou minha foto e mandou para uma pessoa da confederação mineira e se interessaram pelo meu perfil. Na minha idade e categoria, poucas pessoas se apresentam e com essa oportunidade, acabei me federando.

Minha primeira competição será em abril. De uma brincadeira de Instagram, um esporte entrou na minha vida!

Saúde vem em primeiro lugar

Para Patrícia, a maior motivação para continuar é a saúde.

Me sinto muito melhor agora! Minha qualidade de vida aumentou 100%. Eu tinha artrite no joelho, nos dedos e no pé, hoje em dia eu não sinto mais nada. Eu melhorei muito depois que comecei a musculação, meu sono, meu humor, tudo mudou. Quem não faz atividade física, não sabe o que está perdendo.

E é justamente para essas pessoas, que ainda são sedentárias, que ela tem alguns conselhos:

A primeira coisa que eu falo é que nunca é tarde para começar. É muito difícil dar o primeiro passo mas tem que dar, porque é para o resto da sua vida. É um benefício que só você pode se dar. Então, deixa a desculpa de lado e vem treinar!

Você não vai se arrepender. Hoje tiro o meu marido da cama 5h30 para treinar e ele diz que foi a melhor que coisa que aconteceu. Agora estou tentando levar os meus filhos. Saúde é qualidade de vida e ninguém se arrepende se ser feliz.

Quer dar o primeiro passo?

Clique aqui e agende uma aula experimental gratuita na Academia Fibratech!