Crosscycle: conheça a modalidade exclusiva da Fibratech

O Crosscycle é um treinamento moderno que foi criado pela Fibratech. A modalidade mistura treinamento funcional e spinning, sendo um treino de alta intensidade.

É ideal para quem busca treinos dinâmicos e diferentes do habitual. Entre os principais benefícios estão o aumento do condicionamento físico até ao ganho de força.

Se você ainda não conhece, vem com a gente que vamos te contar tudo.

Como funciona o Crosscycle

As aulas de Crosscycle têm duração de 60 minutos e são divididas em 30 minutos de Spinning seguidos por 30 minutos de Crossfit. A ideia é que o segundo complemente o treino ao colocar exercícios de força, enquanto o primeiro melhora a parte cardiovascular.

Quem explica é o professor da modalidade, Ramon Toledo.

“A modalidade une as pedaladas do spinning, que é um exercício aeróbico, à prática do Crossfit, que utiliza o próprio corpo para superar desafios. É bem dinâmico e trabalha o corpo por completo.”

Ficou com vontade de experimentar essa modalidade? Agende uma experimentação gratuita na Unidade Alameda para você.

Melhora no condicionamento físico

A união entre as modalidades evidencia o que há de melhor em cada uma, produzindo diversos benefícios. Por ser uma modalidade que mistura o treino de força com o aeróbico, pode ajudar tanto no ganho de massa, quanto no emagrecimento. Esse foi o caso do Bruno Guimarães, que eliminou alguns quilos e mudou de vida com os treinos. Você pode conhecer a história dele clicando aqui.

Além das vantagens estéticas, Ramon destaca que o principal ganho está na saúde. O crosscyle melhora o condicionamento físico, proporcionamento mais ânimo e energia para quem pratica.

“Força e condicionamento físico são os principais ganhos. O Crossfit vem como base e o spinning acrescenta na parte aeróbica. É ideal para quem busca condicionamento neuromuscular e cardiovascular.”

Quem pode praticar?

O crosscyle pode ser feito por qualquer pessoa que tenha preparo físico. É importante ressaltar que, por ser uma atividade de alta intensidade, exige uma atenção maior antes de iniciar.

Ramon indica que “pessoas que estejam em estado pré-hipertensas, ou que sintam sintomas de dor no peito (angina), respirando de forma curta e rápida (taquipneia), suando frio quando fazem exercícios de alta intensidade” devem evitar a prática.